©2017 por AgênciaZ13

Follow Us

November 7, 2019

Please reload

Recent Posts

Lisboa à frente de Paris, Londres e Roma na lista das cidades com mais qualidade de vida

March 13, 2019

© Orlando Almeida / Global Imagens

 

Mais um ano, mais um degrau. Há três anos que Lisboa sobe no ranking da Mercer das cidades mais atrativas - e, por isso, também mais baratas - para colocar funcionários em operações estrangeiras de empresas. A capital portuguesa surge neste ano colocada na 37ª posição, um lugar acima de 2018, da lista da consultora que serve de referência a multinacionais e organizações internacionais na hora de calcularem a compensação ao pessoal deslocado. A melhoria é constante desde 2016, ano em que Lisboa era 42º da lista.

 

Os dados da Mercer, divulgados esta quarta-feira, mantêm a capital portuguesa à frente de grandes capitais da Europa como Paris (39ª), Londres (41ª), Madrid (46ª) ou Roma (56ª). A lista é liderada pela capital austríaca, Viena, há já uma dezena de anos, e é dominada por cidades da Alemanha (cinco cidades nas primeiras 20 posições), Suíça (quatro), Canadá (três), Austrália (duas) e Nova Zelândia (duas). Bagdade, no Iraque, tem a pior qualidade de vida.

 

Mas, mais que na subida na classificação geral da qualidade de vida, Lisboa destaca-se neste ano por uma escalada significativa na lista das mais seguras cidades do mundo - a Mercer avalia mais de 450 e lista pouco mais de duas centenas. Segundo os critérios da consultora, a capital de Portugal surge agora na 31ª posição, logo atrás da cidade-Estado de Singapura, e subindo 12 lugares desde 2005, ano em que o índice foi lançado em Portugal.

 

"Estamos a atravessar um momento estável a nível económico, com investimento internacional, uma taxa de desemprego relativamente baixa e resultados animadores no que toca, por exemplo, às exportações. A qualidade de vida da capital portuguesa tem vindo a evoluir em todos os sentidos, fazendo de Lisboa uma opção incontornável a nível internacional", comenta Tiago Borges, líder da área de rewards da Mercer, em comunicado.

 

Nos destinos mais seguros do mundo para capital e recursos humanos, a dianteira é do Luxemburgo. O grão-ducado é seguido pelas cidades de Basileia e Berna, na Suíça. Damasco, na Síria, é a cidade mais insegura do mundo na ordenação da Mercer.

 

O estudo anual da consultora vai na 21ª edição e a importância da classificação no atual contexto internacional é destacada pela consultora, a elencar vários fatores que exigem maior prudência aos negócios internacionais: tensões comerciais, tendências populistas, política monetária restritiva e volatilidade nos mercados.

 

"As alterações que estão em curso em termos socioeconómicos a nível mundial estão a fazer com que as empresas e organizações reflitam mais a fundo sobre as oportunidades de negócio além-fronteiras", diz Tiago Borges.

 

Maria Caetano

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Archive

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon